Troféu Santa Clara 2009 elege o pior da televisão

 

Na semana do dia de Santa Clara de Assis (11 de agosto), padroeira da televisão, o blog TELE-VISÃO realiza, pelo segundo ano consecutivo, o Troféu Santa Clara, que aponta o pior da televisão. A premiação fictícia visa fazer uma crítica bem humorada à programação da TV brasileira, reunindo blogueiros de TV num júri convidado para votar nos piores em 16 categorias. Neste ano, o júri foi composto por 15 nomes: Luana Guimarães (Luana.atitude), Fabio Brito (FabioTV), J. Junior (Anexo Secreto), Daniel Abrão (SBT News), Aion Rollof (Jornal TV), Kleber Nunes (Blog de Knunes), Alan Izaias (Opinando), Paulo Victor (Séries no PC), Britto (Opinião & Opção), Otávio (Máquina Quadrada) Keli Wolinger (Televisão: A Caixa de Pandora?), Lucas Andrade (Cascudeando), Jean Marcos Rivelles (Blog de Novelas), Mariana Linhares (Panorama TV) e André San (Tele-Visão). A edição 2009 conta com duas novas categorias (pior programa de sábado e pior reality show) e consagra o Domingo Legal e Galvão Bueno como campeões de votos, sendo este último bi-campeão. Acompanhe, a seguir, os ganhadores da edição 2009 do Troféu Santa Clara:

 

Pior novela: “Promessas de Amor”

 

A Record insistiu no erro. Resultado: pior novela! A terceira saga dos mutantes consagra Tiago Santiago como bi-campeão na categoria, já que levou a estatueta em 2008 por Os Mutantes. “A novela prometeu fugir da temática mutante, mas não teve jeito. Tiago Santiago cansou com essa dos mutantes. Agora que vai pro SBT temo os mutantes continuarem lá”, observou Kleber. Nove votos.

 

Foram lembrados: Três Irmãs; Revelação; Negócio da China; Vende-se um Véu de Noiva.

 

Pior ator: Sérgio Abreu e Marcio Garcia

 

Sergio não convenceu como o mocinho Lucas, de Revelação. “Sérgio já trabalhou em outros papéis aos quais obteve destaque, mas como mocinho deixou a desejar passando a imagem de principiante com textos decorados e cenas sem emoção alguma”, comentou Keli. Três votos. Marcio transformou o protagonista Bahuan, de Caminho das Índias, em coadjuvante desnecessário. “Péssimo, inexpressivo e sem graça. Sua atuação deixa bem claro o motivo que o levou a se dedicar à carreira de apresentador”, disse Otávio. Três votos.

 

Foram lembrados: Luciano Szafir; Dado Dolabella; Paulo Vilhena; Mario Frias; Micael Borges; Sergio Marone; Nando Rodrigues; Carmo Dalla Vecchia.

 

Pior atriz: Carolina Dieckmann e Bianca Bin

 

Carolina não está em Caras & Bocas, mas fez “caras e bocas” para viver Suzana, uma das mocinhas da insossa Três Irmãs. Mais um motivo para esquecer a trama de Antonio Calmon. “Carolina Dieckmann decepcionou como Suzana, assim como a vulga novela de Antônio Calmon, um grande fracasso de audiência (até pior que Bang Bang)”, comparou Jean Marcos. Já a estreante Bianca, a mocinha Marina de Malhação 2009, também não agradou. “Eu fico entre ela e a Vitória Frate, de Caminho das Índias, porque as duas receberam papéis ingratos, de personagens chatas e que não fazem falta na trama. Só que a Bianca é protagonista da Malhação, então tem um peso maior na história. Mas ela tá no começo de carreira, tem uma longa estrada pela frente e pode melhorar”, incentivou Lucas. Dois votos cada.

 

Foram lembradas: Bianca Castanho; Ísis Valverde; Tainá Müller; Ticiane Pinheiro; Thais Pacholek; Ítala Nandi; Nathalia Dill.

 

Pior apresentador: Geraldo Luís

 

O apresentador se destacou no comando do Balanço Geral – SP, onde gritava o tempo todo e adorava caçar ETs. Foi o suficiente para ganhar a rede nacional da Record num bizarro vespertino. “Ele é forçado. Tenta ser Ratinho e Datena, mas não consegue”, disse Luana. “Com ares de grande comunicador, Geraldo não sabe que rumo seguir, e com isso acaba fazendo uma mistureba sem sentido...”, completou Britto. “Geraldo, você está na profissão errada! Limeira poderia se orgulhar mais se você fosse um bom vendedor ambulante. Vai gritar assim lá longe!”, recomendou Mariana. Oito votos.

 

Foram lembrados: Gugu Liberato; Luigi Barricelli; Faustão; Netinho de Paula; Britto Jr; Rodrigo Faro.

 

 

Pior apresentadora: Luciana Gimenez

 

A primeira-dama da RedeTV comanda um debate diário sobre o mundo da pornografia. Às vezes, ela até fica com vergonha. Mas não com mais vergonha que o telespectador. “Ela falando inglês quando poderia muito bem colocar o bom português em ação, é o mais ridículo. Acorda, Luciana!”, exclamou Mariana. Quatro votos e bi-campeã!

 

Foram lembradas: Daniela Albuquerque; Daniela Cicarelli; Christina Rocha; Sonia Abrão; Ana Maria Braga; Marcia Goldschimidt.

 

Pior programa humorístico: “Casseta & Planeta, Urgente!”

 

A trupe que já foi vanguarda do humor anda para trás. Se antes o Casseta era calcado na crítica política e no noticiário do mês e da semana, hoje virou um emaranhado de personagens sem graça. Guerreiro, o Bombeiro? Ah, poupem-nos! “O humorístico Casseta e Planeta se desgastou na programação da TV Globo. O programa, que já está há muitos anos no ar, não consegue fazer frente aos novos humorísticos da TV brasileira que trilham o ‘humor moderno’”, apontou Fabio. Cinco votos e bi-campeão do Santa Clara.

 

Foram lembrados: A Praça É Nossa; Zorra Total; A Turma do Didi; Louca Família; Uma Escolinha Muito Louca; Pânico na TV.

 

Pior locutor esportivo: Galvão Bueno

 

Galvão sempre venceu o Troféu na versão Folha de S. Paulo e parece trilhar o mesmo caminho na versão TELE-VISÃO. Também, pudera: seu ufanismo exacerbado só aumentou de lá para cá. Bi-campeão e recordista em número de votos: dez! “É impossível torcer para o Brasil com ele narrando, ele não passa segurança, e fala demais...”, enumerou Aion. “A insistência em expor suas opiniões pessoais sobre cada jogador ou piloto tornam sua narração cansativa e irritante”, qualificou Keli. “A narração extremamente ufanista e a transformação do jogador Ronaldo Fenômeno em ídolo nacional comprometem o veterano Galvão Bueno”, concluiu Fabio.

 

Foram lembrados: Eder Luiz; Cleber Machado; Luciano do Vale.

 

Pior programa jornalístico: “Globo Repórter” e “SBT Repórter”

 

Os programas de reportagens temáticas da Globo e do SBT empataram na votação. Por que? Repetição de assuntos, no caso do primeiro, e repetição de matérias, no caso do segundo. “Embora venha com matérias novas a cada edição, caiu na mesmice quanto aos temas. Qualidade de vida é o que ganha mais destaque durante o ano”, disse Paulo Victor, sobre o Globo Repórter. “Viveu em meio de reprises e programas inéditos. Só vai ser 100% bom quando deixar de reprisar matérias antigas da emissora”, falou Daniel, sobre o bi-campeão SBT Repórter. Três votos cada.

 

Foram lembrados: Brasil Urgente; Good News; SP Record; Balanço Geral – SP; Domingo Espetacular; SBT Brasil; Jornal do SBT.



Escrito por André San às 15h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Outros vencedores do Troféu Santa Clara 2009

Pior programa infantil: “TV Globinho”

 

A sessão de desenhos da Globo sofreu baixa da apresentadora, Geovanna Tominaga que, merecidamente, foi promovida ao Vídeo Show. Para substituí-la, entrou em cena uma trupe de atores desempregados que fazem os poucos segundos entre os desenhos parecerem intermináveis. “Não entendo porque o programa tem apresentadores, se sua essência são os desenhos e não a comunicação com as crianças”, questionou Lucas. Quatro votos.

 

Foram lembrados: Pokémon; TV Xuxa; Bom Dia e Cia; Record Kids.

 

Pior programa de variedades e/ou fofoca: “A Tarde É Sua”

 

O bi-campeão A Tarde É Sua, de Sonia Abrão, diminuiu o número de cobertura de velórios. Mas aumentou o tempo de duração de cada cobertura: o do Michael Jackson segue até hoje e aparece entre comentários sobre Caminho das Índias. “Um programa que se presta pra fazer análises psicológicas de personagens de novelas, BBB, A Fazenda... merece ser criticado”, observou Alan. Nove votos.

 

Foram lembrados: TV Fama; Manhã Maior; Casos de Família; Olha Você.

 

Pior programa dominical: “Domingo Legal”

 

Domingo Legal empatou com Galvão Bueno no recorde de votos: dez! Alguns jurados ressaltaram que se referem à fase Gugu, que aparecia desanimado. Outros reclamam que, apesar de Celso Portiolli mandar bem, o formato segue muito ruim. “Faltava garra e emoção ao apresentador [Gugu]. A troca pela Record poderá resgatá-lo do marasmo total”, acredita Fabio. “As pautas são o maior defeito do Domingo Legal. O apresentador Celso Portiolli é bastante carismático e sabe comandar muito bem o programa, porém, os quadros são em sua maioria muito ruins e repletos de assistencialismo”, disse J Junior.

 

Foram lembrados: Tudo É Possível; Programa Silvio Santos; Pânico na TV; Bola na Rede.

 

Pior programa de sábado: “O Melhor do Brasil” e “Show da Gente”

 

Rodrigo Faro não manteve o pique de Marcio Garcia e O Melhor do Brasil é um emaranhado de quadros desinteressantes. Duelo Fora Olho é dose! “O programa fugiu da proposta inicial e se transformou em um programa comum, idêntico aos concorrentes”, comparou Kleber. “Com a troca de apresentadores, o programa perdeu o brilho na guerra de audiência aos sábados”, completou Fabio. Seis votos. O assistencialista Show da Gente, com o discurso enfadonho de Netinho de Paula, aborrece. E também leva o Troféu. “Televisão é pra entreter e não pra fazer chorar (isso só em alguns momentos de novela)”, disse Mariana. Seis votos.

 

Foram lembrados: Programa Raul Gil; Caldeirão do Huck.

 

 

Pior reality show: “A Fazenda”

 

A Fazenda aumentou os índices de audiência da Record, mas diminuiu a paciência dos espectadores. Tornou-se pauta de todas as outras atrações da emissora. É Fazenda de manhã, de tarde, de noite... E ainda reclamam que não tem pay per view. Pra que? A transmissão 24 horas é de graça! “Muito arrastado e cansativo, A Fazenda é também muito mal comandada pelo Britto Jr”, qualifica J Junior. Cinco votos.

 

Foram lembrados: Big Brother Brasil; Astros; 10 Anos Mais Jovem; Jogo Duro; Só Falta Esposa.

 

Pior série: “Tudo Novo de Novo”, “Louca Família” e “A Lei e o Crime”

 

Tudo Novo de Novo abusou do tom folhetinesco e deprimiu as noites de sexta-feira. Dois votos. Louca Família é o maior exemplo de como não se deve fazer uma sitcom e Tom Cavalcante segue sendo mal aproveitado na Record. Dois votos. A Lei e o Crime ampliou a violência já constante na teledramaturgia da Record. Dois votos.

 

Foram lembrados: Ger@l.com; Força-Tarefa; Arnold; A Turma do Didi; Todo Mundo Odeia o Chris; Heroes; Toma Lá Dá Cá; Ó Paí, Ó.

 

Fiasco do ano: “Olha Você”

 

A revista eletrônica do SBT surgiu à imagem e semelhança ao Hoje Em Dia. Primeiro erro. Reuniu apresentadores desafinados. Segundo erro. Seu formato variou entre variedades, noticioso e serviço. Terceiro erro. O acerto? Quando saiu do ar. “Pobrezinho do programa, entrou num horário ingrato, teve mil e um formatos e acabou saindo da grade por conta de tantas mudanças”, disse Lucas. Quatro votos.

 

Foram lembrados: Esporte Fantástico; TV Xuxa; Jogo Duro; grade voadora da Record; Três Irmãs; Caminho das Índias; Dona Beija; Promessas de Amor; Dia Dia; Maísa com Silvio Santos.

 

Pior programa da televisão brasileira: “Geraldo Brasil”

 

Se em 2008, a pior apresentadora consagrou o pior programa, o Superpop, em 2009 é a vez do pior apresentador, Geraldo Luís, fazer o mesmo. Seu Geraldo Brasil é uma piada de mau gosto. Ali reina o mais do mesmo: Fazenda, passarela, Fazenda, passarela, Fazenda e... ah, passarela! E Geraldo, com sua gritaria insuportável, ainda dá uma de ET e Rodolfo e engana a audiência com as “invasões fake” à Fazenda. O que esperar de um programa que engana seu próprio espectador? “Essa atração só sabe chamar participantes da Fazenda para um tal de desafio na barra. O programa é ruim, apresentador forçado.Há baixaria e sensacionalismo na atração”, disse Luana. “Esse eu prefiro nem comentar. Dá desgosto da televisão brasileira ao ver um programa desses no ar”, finalizou Daniel. Seis votos.

 

Foram lembrados: Brothers; Programa do Ratinho; Casos de Família; Hyper QI; Quiz Show; Zorra Total; Superpop; Márcia; Mega Teste.

 



Escrito por André San às 15h10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Troféu Santa Clara: menções honrosas

 

Mais uma vez, a saga dos mutantes garantiu expressiva votação no Troféu Santa Clara. Mas a medalha de prata, merecidamente, é de Três Irmãs, que levou três votos (de Lucas, Alan e meu também). Antonio Calmon mandou mal na trama com maior desperdício de talento por metro quadrado da história do Projac. As duas primeiras obras de Íris Abravanel também surgiram. Revelação foi a escolhida do jurado Britto. “Com roteiro e elenco muito fracos, a novela não conquistou o grande público”, disse. E Vende-se um Véu de Noiva foi o voto de Fabio. “A trama adaptada por Iris Abravanel simplesmente não traz emoção, elemento básico de qualquer folhetim. Texto é tudo!”, analisou ele. Por fim, a malfadada Negócio da China, de Miguel Falabella, recebeu o voto de Keli. “O que se viu foram situações de humor forçada e um romance água com açúcar dos personagens centrais”, comentou.

 

Na categoria pior apresentadora, a bi-campeã Luciana Gimenez disputou a estatueta com a outra primeira-dama da RedeTV, Daniela Albuquerque. A apresentadora do Dr. Hollywood e do Manhã Maior recebeu três votos e empatou com Christina Rocha, do SBT, na segunda colocação. Em terceiro, vem Márcia Goldschmidit com sua indefectível “sinceridade solidária” e dois votos. Parabéns! Em pior apresentador, o vencedor do ano passado Caco Rodrigues não apareceu (por que será?...). Mas os atores/apresentadores Luigi Barricelli (voto de Paulo Victor e Aion) e Rodrigo Faro (voto de Fabio) fizeram suas estreias. Bem vindos!

 

A categoria pior programa infantil continua polêmica. Afinal, as votadas são todas sessões de desenhos, com exceção do TV Xuxa, que não é mais uma atração estritamente infantil. Essa situação levou Fabio a votar na “ausência de programa infantil”. “As emissoras resolveram apenas exibir desenhos para a garotada. Não há, de fato, uma programação infantil”, explicou. A vitória da TV Globinho indica isso. A presença do Record Kids na votação, que levou três votos (quatro, se contarmos o voto em Pica-Pau de Alan) é outro indício. Aliás, o excesso de Pica-Pau foi o vencedor no ano passado e, como se vê, pouca coisa mudou. Seria a hora de mudar o nome da categoria para “pior sessão de desenhos”?

 

Olha Você, merecidamente, foi lembrado como o fiasco do ano, mas essa categoria sempre recebe votos curiosos. Neste ano, quatro novelas foram apontadas como fiasco: Dona Beija, Promessas de Amor, Três Irmãs e até Caminho das Índias. Fabio lembrou do quiprocó entre Maísa e Silvio Santos, enquanto Alan citou a grade cada vez mais inconstante da Record. “As lambanças de trocas corriqueiras de horário fazem a emissora perder prestigio, além de clonar certos programas da Globo”, disse.

 

O pior programa da televisão brasileira é Geraldo Brasil, mas também foram lembrados os chamados games “caça-níqueis” que, vira e mexe, infestam a programação. Jean lembrou do Hyper QI e Quiz Show, enquanto Fabio votou em Mega Teste. O Superpop, vencedor de 2008, levou apenas dois votos, de Mariana e Otávio.



Escrito por André San às 15h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




"Ídolos" estreia nesta terça

 

O reality musical Ídolos está de volta, em sua quarta temporada brasileira, a segunda produzida pela rede Record, a partir desta terça, 18, às 23 horas. A versão brasileira de American Idol volta ainda sem justificar sua longa permanência na televisão brasileira. Ou melhor, até se justifica: é um programa rentável e marca bons índices de audiência, sobretudo na primeira etapa. Mas seus vencedores somem num passe de mágica. Eu mesmo não me lembro quem foi o vencedor no ano passado...

 

Ídolos continua como antes, dividido em cinco fases: audições, teatro, workshop, concertos e a final. As audições, que seguem sendo o melhor momento do programa, foram realizadas em Curitiba, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. A maior novidade deve estar na fase teatro, que deve ser mais difícil e terá provas inéditas.

 

Rodrigo Faro continua na apresentação do programa, acumulando função com a apresentação de O Melhor do Brasil, pior programa de sábado segundo o Troféu Santa Clara 2009. Os jurados também são os mesmos: o mal humorado Marco Camargo, o “robert” Luiz Calainho e a simpática Paula Lima. Ídolos irá ao ar às terças e quartas.

 

Há quem acredite que esta será a última edição de Ídolos no Brasil. Já foi provado que ser o vencedor da atração não é garantia de sucesso. Mas o mais estranho, como já comentou o jornalista Flavio Ricco certa vez, a data escolhida pela Record para abrigar o reality não ajuda em nada: termina em dezembro, quando as produções dos programas da emissora estão todas em férias (o que não permite a divulgação do trabalho do vencedor) e em plenas festas de fim de ano, quando o mercado musical pisa no freio. Complicado.



Escrito por André San às 15h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Olga Bongiovanni de volta à TV

 

A apresentadora Olga Bongiovanni, que no primeiro semestre deixou o comando do extinto Bom Dia Mulher da RedeTV, já acertou sua volta à TV. Ela estará à frente de um novo programa de variedades na TV Aparecida.

 

A atração se chamará Olga Bongiovanni e será exibido diariamente, a partir do dia oito de setembro, às 19h15. A estreia coincide com o aniversário da emissora, que completará quatro anos de existência. “As pessoas podem esperar um programa com muita informação, jornalismo, entretenimento e prestação de serviços. É um programa para a família toda, sem restrições. Quero qualidade acima de tudo”, garantiu a apresentadora.

 

A TV Aparecida pode ser sintonizada pelas parabólicas e pela SKY, no canal 24, para todo o Brasil, e também em canais UHF e VHF em algumas cidades do Brasil.

 

A volta de Olga é uma boa notícia à televisão. A apresentadora sempre se destacou pela bela conduta profissional e a preferência por capitanear programas que prezam pela qualidade e, exatamente por isso, estava deslocada no terrível Bom Dia Mulher. Numa TV menor, ela poderá fazer o que gosta. Uma pena que o acesso à TV Aparecida ainda é muito restrito.



Escrito por André San às 15h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




De tudo um pouco

 

Alguém do No Limite percebeu a besteira que foi a ideia de abrir uma votação popular na atração e ela já foi limada. Agora, a votação da tribo é soberana na hora de se eliminar um participante. Nada mais natural. No Limite é uma competição de força e habilidade, e não de “fofinhos” e “lindinhos”. A audiência não anda lá essas coisas, mas concorrer com a reta final de A Fazenda realmente não foi uma boa estratégia da Globo.

 

Enquanto isso, a Globo pretende relançar A Diarista no ano que vem. Ao que tudo indica, pode substituir Toma Lá Dá Cá, já que Miguel Falabella já disse que pretende encerrar a sua sitcom neste ano. Espero que A Diarista volte com muitas novidades para justificar seu retorno. Voltar só por voltar não dá. Assim, seria melhor lançar um novo programa nas noites de sexta-feira. E dar um jeito no Casseta & Planeta, cada vez mais sem graça.

 

Já no SBT, vários novos programas estão engatilhados. Beto Marden assumirá a nova versão do TV Animal, que será bem diferente da antiga, como já foi dito aqui no TELE-VISÃO. Lígia Mendes também ganha programa novo. Ao final da temporada de 10 Anos Mais Jovem, entra o game Identidade Secreta, que quase estreou em 2007 com Adriane Galisteu. Assim, Lígia permanece nas noites de sexta. Identidade é semelhante ao quadro Os Profissionais, de O Melhor do Brasil. E Ratinho vai comandar uma nova temporada de Nada Além da Verdade. Promete ser divertido. Já o programa de Eliana vai se chamar apenas Eliana. Melhor escolha! Como diria um professor meu, “pra que compricar se a gente pode simprificar (sic)?”. Não, ele não era professor de Português...

 

E enquanto Globo e Record se digladiam em seus telejornais depois das denúncias de lavagem de dinheiro oriundo da Igreja Universal do Reino de Deus, a TV Cultura enfrenta nova crise. Uma greve de funcionários vem fazendo estragos na grade: o Jornal da Cultura reduziu seu tempo pela metade e só exibe notas cobertas; além disso, sua programação da madrugada foi cancelada e programas como Repórter Eco, Vitrine e Manos e Minas estão comprometidos por não terem sido gravados ou finalizados. Uma pena...



Escrito por André San às 15h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Rodapé: Sobre o Troféu Santa Clara

O Troféu Santa Clara é um prêmio fictício criado pela Folha de S. Paulo no ano de 1997. Na ocasião, o jornal reunia seus jornalistas especializados em TV num júri, que votava nos piores daquele ano na TV. Os vencedores eram revelados no extinto caderno TV Folha e, posteriormente, na Folha Online, sempre na semana do dia de Santa Clara, padroeira da TV. A última edição foi realizada em 2004. Em 2008, o blog TELE-VISÃO resgatou a ideia, montando um júri de blogueiros convidados especializados em TV, para dar continuidade a essa divertida maneira de se apontar as falhas da nossa televisão.

 

O “prêmio” leva o nome de Santa Clara porque a santa é considerada a “padroeira da TV”. Clara Favarone foi uma religiosa que nasceu em Assis, na Itália, no ano de 1193. Canonizada em 1255, em 1958 ela foi declarada “padroeira celeste da TV” pelo papa Pio 12. Assim, o dia 11 de agosto é considerado o dia da televisão.

 

Contato: andre-san@bol.com.br .

 

E você aí, gostou do resultado da votação? Também quer dar o seu pitaco? Faça você também a lista dos piores da TV e me mande por e-mail ou comentário no blog. Todas as listas recebidas serão devidamente apuradas e divulgadas em outubro por aqui. Não deixe de participar! Até semana que vem!



Escrito por André San às 15h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 20 a 25 anos, andre-san@bol.com.br
Histórico
Outros sites
  Arquivo TELE-VISÃO
  UOL Televisão
  Café Expresso
  Séries em Série
  Revista Paradoxo
  Tele História
  Estórias Medíocres
  FabioTV
  Outras Estórias
  Olho na TV
  Blog de Novelas
  Cascudeando
  Ninguém Merece
  Antena OnLine
  Poltrona
  Blog de Knunes
  Opinando
  Rede Brasileira de Comunicação
  Lost e Marvel
  Jornal TV
  SBT News
  Séries no PC
  Séries|Música|Filmes|Etc.
  Opinião & Opção
  Todatela
  Curyoso
  Magazine da TV
  Blog de luana.atitude
  BR Televisão
  Panorama TV
  Giovana Manzoli
  To Ligado
  Máquina Quadrada
  Informe Regional
  Anexo Secreto
  Tele Notícias
  Infinitamente Atual
  Televisão: A Caixa de Pandora?
  Ideias e Ideais
  A Tia já Vai!
  E Televisão